sexta-feira, 27 de outubro de 2017

"My Name is Prince" - Londres




A exposição My Name is Prince conta com mais de 200 itens. Artefatos pessoais de Prince, que vão desde a guitarra nuvem até o terno roxo de Purple Rain. 
Na exposição poderão ser vistas as famosas guitarras personalizadas do cantor, os cadernos de composição escritos a mão, os figurinos, as estatuetas de prêmios que ele recebeu, os famosos sapatos de salto alto, enfim, imperdível para os amantes de Prince, como eu.
Os organizadores da exposição dizem que querem dar uma ideia da vida reclusa do cantor.
A exposição vai até o dia 7 de janeiro de 2018 na Arena O2 de Londres, lugar onde Prince se apresentou por 21 dias no ano de 2007.
Quem diria que 10 anos depois a Arena abrigaria a exposição pós morte de Prince.
Imperdível!

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Emmanuelle Moureaux

 
 
 
 
 
 
 

Emmanuelle Moureaux. Acho o trabalho dessa arquiteta francesa sensacional. 
Ela vive no Japão a 20 anos. Emmanuelle, saiu da França em 96 e se mudou para Tokyo, onde fundou o seu escritório de arquitetura e design. 
Ela usa muito a cor como elemento tridimensional, o que resulta em projetos finais muito bacanas.
Se você não conhece o trabalho dela, dê uma olhada, é sensacional. Vale a pena.   

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Comme des Garçons - Fall 2017







Os Boy Toys da Rei Kawakubo, sua coleção de outono, vem meio infantil, despreocupada, sem tanta intelectualização como é habitual no trabalho dela.
Em meio aos pretos tão presentes nas suas criações, vemos perucas rosas, azuis, amarelas fluor, brinquedinhos de plástico, caminhões, carrinhos, dinossauros, trens, tudo em 3D, destacando-se nas parte de trás dos tradicionais blezers pretos e aventais. 
Caças e shorts largos, camisas retas, cortadas e amarradas juntas as jaquetas, algumas mais curtas mostrando a barriga, meio fenininas, meio genderless e casacos com motivos florais. 
Os sapatos são uma colaboração entre CDG e a Nike. 
Vale conferir.

História dos óculos - Design Museum Holon



 On the Tip of Your Nose' decorative glasses, by Dana Ben Shalom

Sunglasses, by Pierre Cardin, 1960, from the Claude Samuel collection. Photography: Eli-Bohbo


Metal and ivory phoropter test glasses, from England, mid-1800s, from the Claude Samuel Collection

Dia 20 de dezembro de 2016 foi aberta a exposição Overview Eyeglasses no Museu de Design de Holon em Israel.
Super interessante a exposição conta com exemplares antigos e vai até os mais recentes, de designers israelenses e manufaturados em formica.
A história desses artefatos que são tão necessários nos dias atuais começa lá na China do século 12 onde vidros de quartzo esfumaçado eram colocados sobre os olhos sendo assim uma forma anterior aos óculos tradicionais como conhecemos agora, que só apareceram a partir do século 18, que é onde a exposição no Museu começa.
Na galeria superior pode-se ver 400 exemplos do colecionador Claude Samuel, que datam de 1700 aos anos 1980. Essa coleção podemos ver a evolução dos óculos desde os primeiros binóculos de ópera até os icônicos óculos de Elton John.
Sensacional para amantes do design. 
Serviço:
Overview Eyeglasses
Design Museum Holon - Israel
20 de dezembro/2016 à 29 de abril/2017 
Site do Museu:
http://www.dmh.org.il/default.aspx

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Design - Goldfish tea bags



Quem me conhece sabe o quanto eu aprecio um bom chá, que depois da água é a minha bebida favorita.
Esse post é para mostrar como a apresentação é tudo e que o design de produtos sempre pode inovar. 
Que coisa mais linda esses saquinhos de chá em formato de peixe. Sensacional.
Você pode comprar na Amazon a preços nada convidativos, mas as vezes vale pagar pela beleza. Uma caixa com 12 saquinhos está a quase $95 (dólares!).

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Sensacional exposição Manus X Machina: MET - NY




















































Eu estive lá e pude conferir a exposição Manus - Machina: Fashion in an Age of Technology. Sensacional, de tirar o fôlego. Mesmo para quem não é amante da moda, como eu sou.
O paralelo entre a tecnologia X feito a mão que existe na exposição, é bem interessante. Podemos ver a influência dos trabalhos de grandes estilistas nas criações feitas totalmente a mão com a de estilistas mais recentes e o uso da tecnologia.
Como eu tinha postado aqui no blog um comentário sobre essa exposição a um tempo atrás, não vou escrever mais nada, só vou colocar algumas fotos que fiz lá no MET.
Para meus alunos de História da Indumentária.